COZINHA DAS MULHERES AGRICULTORAS
Postado 21/09/2015

 
Postado por
Deliane da Rosa Benvenutti

Virmond - PR
4236181017
Organização/Instituição Promotora da Experiência : Secretaria de Educação e Assistência Social
Área da Experiência: Agricultura/Abastecimento, Consumo, Desenvolvimento/Assistência Social, Educação, Saúde
Niveis Atuacao: Municipal/Local
Setor da Organização/Instituição: Privado
Sujeito Idade: De 0 a 10 anos, De 11 a 19 anos, 20 a 59 anos,
Número Aproximado de Participantes da Experiência : 501-1.000
Sujeito Caracteristica : Comunidade em geral, Estudantes, Famílias, Mulheres, Público atendido por Programas Sociais, Trabalhadores, Profissionais da educação, Profissionais da assistência social, Manipuladores de alimentos / Cozinheiros / Merendeiros / Gastrólogos
Tipo Local: Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) / Restaurante
Tipo Experiência: Outros
Temática: Agricultura familiar, Produção agroecológica, Alimentação do escolar, Aproveitamento integral dos alimentos, Direito Humano à Alimentação Adequada e Segurança Alimentar e Nutricional , Economia solidária / geração de renda, Gastronomia / culinária, Higiene / conservação dos alimentos, Prevenção/controle de carências nutricionais e desnutrição, Prevenção/controle de obesidade e doenças crônicas não transmissíveis (diabetes, hipertensão, câncer, doenças cardíacas, doenças respiratórias...), Promoção da Alimentação Adequada e Saudável, Sistema alimentar / sustentabilidade


Sobre A Iniciativa:

O projeto consiste em uma cozinha equipada e cedida pela Prefeitura Municipal para agricultoras familiares participantes da chamada pública do PNAE, bem como do PAA. Nesta cozinha, são fabricados pães e massas, principalmente integrais e enriquecidas (com abóbora, mandioca, gergelim, etc.).Esses alimentos são destinados a grupos de risco, pessoas em situação de vulnerabilidade social e aos alunos da rede pública de ensino.

O objetivo principal é resgatar o consumo de alimentos regionais, aproveitamento integral dos alimentos bem como oferecer alimentos saudáveis a população e fomentar a agricultura familiar.



Passo A Passo:

Em meados de 2008 com a mudança da legislação do PNAE, devido as dificuldades que os agricultores tinham em se adaptar a legislação sanitária e a necessidade do minimo de 30% foi lançado o projeto.



Considerações:

Melhora na qualidade de vida das familias agricultoras;

Melhora da alimentação escolar, com maior diversidade e oferta de alimentos com alto valor nutricional;







Álbum de Fotos da Experiência



* Nenhum arquivo encontrado!


Experiências Relacionadas







Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui